• Jornal Barcarena

Sem aula no cursinho de Barcarena, alunos se reinventam para estudar para o Enem


Anabel estudando em casa

Em meio a pandemia que o mundo vive com o coronavírus, quem antes se preparava para o Enem em cursinhos, agora precisa estudar em casa. Em Barcarena, as aulas do cursinho público foram suspensas desde 18 de março para resguardar a saúde de mais de 300 alunos, dos professores e demais funcionários.


Desde então, os estudantes precisam se reinventar para manter o foco e se preparar para o exame, previsto para 1º e 8 de novembro – versão presencial – e 22 e 29 – versão digital.


Mesmo com as aulas suspensas, o cursinho público de Barcarena estava adotando medidas para continuar incentivando os alunos, explica Célia Sousa, coordenadora do cursinho.


“Os professores me mandavam os conteúdos, eu imprimia e nossa equipe montava um cronograma de entrega de apostilas pros alunos buscarem e estudarem em casa. Também mandamos nos grupos de Whatsapp das turmas videoaulas gravadas pelos próprios professores”, disse.

Videoaula do professor de Química, Mário Queiroz

Mas a equipe de profissionais do cursinho começou a adoecer com sintomas e casos confirmados de Covid-19, e a entrega de material foi suspensa. Mesmo com toda essa dificuldade, a Anabel Mota, de 26 anos, é exemplo de alunos que se esforçam para alcançar uma vaga numa universidade. No caso dela, passar em direito na UFPA.

Para isso, muito tempo dedicado em casa e esforço para conseguir realizar o sonho, detalha a estudante. “Estou me preparando, não desisti dos meus sonhos, de lutar e estudar. Os professores estão me ajudando muito porque eles passam os materiais pra gente estudar e colocam videoaulas. Qualquer dúvida mandamos mensagem pra eles nos ajudarem”, disse.


O professor de Geografia, Onairam Sousa, relata o desafio de ajudar os alunos a passar no vestibular, mesmo com a crise que o coronavírus implantou. “Estamos dando todo apoio aos alunos diante dessa pandemia, para que eles mantenham o foco no ensino. Mantivemos nosso compromisso e dedicação com eles na entrega de materiais, postando videoaulas, pra que eles busquem mais conhecimento”.



Diante de tantas incertezas, a esperança é de dias melhores e de muitas aprovações, acrescenta o professor. “Quando tudo isso passar e o Enem chegar, eles estarão preparados e mais uma vez vai ser uma chuva de aprovações, e nós vamos festejar com todo o carinho com nossos alunos”.


As inscrições para o Enem 2020 já começaram desde o dia 11 de maio e seguem até 22. Além da pandemia, a problemática da ausência de internet na casa de muitos alunos prejudica muitos sonhos. Segundo pesquisa da TIC Domicílios, divulgada em 2019, no Brasil, 39% das casas tem acesso a internet por fibra ótica.


Antes, as inscrições de muitos alunos eram feitas com ajuda dos cursinhos ou de amigos. Agora, com o cancelamento das aulas e com a necessidade do isolamento social, mais dificuldades aparecem no caminho dos estudantes. Muitos deles não se deixam abalar e estão juntando essas pedras no caminho para construir a escada da vitória da aprovação no início de 2021.

103 visualizações1 comentário