• Jornal Barcarena

Quatro pessoas são presas por dirigirem bêbadas em Barcarena


Foto: Ascom Detran

Quatro pessoas foram presas, neste final de semana, em Barcarena, por dirigirem embriagadas.  Essas pessoas, após serem submetidas ao exame do bafômetro (etilômetro), apresentaram 0,34 decigramas de álcool por litro de ar expelido.


A operação Lei Seca, do Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran-PA), é um dos muitos braços da operação "Verão Seguro: saúde, segurança e responsabilidade por todo o Pará", que segue até o dia 3 de agosto.



Outras 20 pessoas foram autuadas pela infração de dirigir sob efeito de álcool. Há uma diferença, definida pelos resultados do exame do bafômetro. Até 0,34 decigramas de álcool por litro de ar expelido, é infração.


A mais cara em valor de punição, custando R$ 2.934,70 (podendo ser aumentada várias vezes por reincidência). Isso já tira o direito de dirigir.


Acima disso de 0,34, além dessas punições pela infração, há a prisão, pois configura crime de trânsito. Se recusar a fazer o exame do bafômetro é uma infração tão grave quanto, mesmo que a pessoa não tenha, de fato, consumido nem uma gota de bebida alcoólica.



As ações têm o apoio da Polícia Militar e agentes sanitários municipais. A operação em Barcarena focou na praia do Caripi. Além do trânsito, a operação tinha o objetivo de fazer valer as medidas de enfrentamento à pandemia de covid-19, doença causada pelo coronavírus sars-cov-2.


"Nosso objetivo é garantir um veraneio seguro para todos. Por isso, o Detran tem atuado de maneira intensa nas estradas e principais vias de acesso à praias e balneários do estado para reduzir os riscos de acidentes", comentou Inivens Andrade, agente e coordenadora da ação em Barcarena.


Por O Liberal

0 visualização