• Jornal Barcarena

Padre reza no cemitério de Barcarena pelos falecidos de Covid-19


Fotos: João Jerônimo

O pároco da Paróquia São Francisco Xavier, padre Idaltino dos Prazeres, realizou neste sábado, 13, uma oração no cemitério da Rodovia da Integração, por todos os falecidos vítimas de coronavírus em Barcarena.



A chamada exéquia é para a Igreja Católica um conjunto de ritos e orações com os quais a comunidade acompanha seus mortos e os encomenda a Deus. Normalmente é feito diante de amigos, familiares e da pessoa falecida.



Mas, por ocasião da pandemia instalada no mundo pelo novo coronavírus, a igreja não está realizando o ato cristão, pelos cuidados com o risco de contágio e por muitos falecidos já saírem dos hospitais direto para o cemitério.



Segundo a Paróquia São Francisco Xavier, mais de 30 pessoas da igreja católica perderam a vida vítimas da Covid-19. Para o padre Idaltino, o momento foi de reflexão e saudades de todos seus paroquianos falecidos.


"Para mim recordar a boa convivência que tive com alguns, pessoas que se dedicaram tanto à Igreja, pois a amavam de todo o coração. Tantas pessoas queridas, amadas, responsáveis e amorosas que deixaram muitas saudades. Pessoas que não puderam ter um velório digno como é nosso costume devido ao fato da pandemia", detalhou o padre.



No dia 19 de maio uma foto circulou nas redes sociais, do padre Idaltino realizando suas orações, na frente da própria casa, diante de um carro de funerária.


Para o sacerdote, mais uma experiência fora do comum provocada pela pandemia. "Nunca tinha feito algo assim, algo totalmente diferente do que fazemos", relatou em live no Instagram do Jornal Barcarena.



O padre que também perdeu a mãe para o coronavírus no início de maio segue rezando por todos seus fiéis falecidos, e por todos os barcarenenses que perderam a vida nessa pandemia. Para preservar a vida de tantos outros católicos que estão em casa, o pároco mantém as missas pela internet.


E a todos os familiares que choram a partida de seus entes, mensagem de fé e forças. "Aos que a certeza da morte entristece, a promessa da imortalidade consola. Que o Senhor console todos os familiares", disse o padre.


Em Barcarena, 74 pessoas morreram pela Covid-19, segundo a Secretaria Municipal de Saúde.

441 visualizações