• Jornal Barcarena

Extrativistas de açaí de Barcarena recebem capacitação da Emater


Foto: Ascom Emater

Extrativistas de açaí da comunidade do Arapari, em Barcarena, participaram ao longo do mês de setembro, de treinamento promovido pelo escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) sobre boas práticas, comercialização e cuidados na colheita e pós-colheita.



O processo foi dividido em turmas, reunidas em dias diferentes, para evitar aglomerações, conforme as medidas preventivas em relação à Covid-19. Todos os presentes usaram máscaras e álcool em gel. As aulas teóricas ocorreram no salão de uma igreja; as aulas práticas foram realizadas em um sítio. 


Há três anos, a Emater atende 25 famílias ribeirinhas das margens do rio Guamá e de vicinais da rodovia PA-151. Essa ação foi intensificada no contexto do Programa Piloto, da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater) e com foco na Associação Agroextrativista da Ilha Arapari (AAIA). 



Como estratégia de capacitação contínua, são palestras, oficinas e cursos sobre como manejar as áreas nativas, sobre como selecionar as palmeiras sem contaminação de fezes de pássaros e sobre como conservar os caroços longe do acesso animais domésticos, entre outros tópicos de interesse. 


O extrativismo de açaí é a principal atividade socioeconômica das populações em questão. Cada família possui em média três hectares. O fruto serve de alimento diário para as próprias famílias. O excedente é vendido, in natura, nos portos da capital paraense, para atravessadores e batedores. 


Por Ascom Emater

32 visualizações