• Jornal Barcarena

Desarticulado esquema de exportação internacional de droga em Barcarena



A Polícia Civil, por meio do Núcleo de Inteligência Policial, prendeu na quinta-feira (25) duas pessoas pela prática do crime de tráfico de entorpecentes, na cidade de Barcarena. Com a dupla, foram apreendidos cerca de 120 kg de cocaína dentro de um galpão em Vila dos Cabanos. A carga seria exportada para a Europa dentro de containers com madeira.



Os agentes também apreenderam três veículos modelo Hyundai Santa Fé. A investigação aponta que os carros eram utilizados a serviço do crime. Ainda no local, os policiais localizaram cerca de 200 mil reais em espécie, dentro do painel, adaptado para esse fim.


No total, quatro pessoas foram presas. Todas são apontadas como envolvidas no esquema, segundo a delegada-geral adjunta de Polícia Civil, Daniela Santos.



"Após um ano de investigações, ontem (quinta, 25), a Polícia Civil deflagrou a Operação Mandarim. As diligências ocorreram nas cidades de Barcarena, Benevides e Belém. O resultado desta ação demonstra o incansável trabalho da Polícia Civil no combate às organizações criminosas. Trabalho esse que permanece, garantindo à população paraense o efetivo enfrentamento à criminalidade", destacou a DGA.


Além dos três ‘Santa Fé’, um Renault Duster também foi apreendido algumas horas depois, em continuidade às diligências. O veículo foi utilizado para levar o entorpecente para o galpão instantes antes da abordagem, o que foi registrado por filmagens. Com essa apreensão, foi cumprido um mandado de prisão temporária em desfavor de um homem, sob a acusação de integrar o mesmo esquema criminoso, além de mandados de busca em alguns endereços relacionados às investigações, no bojo da Operação Mandarim.


Denúncias – A Polícia Civil ressalta a importância da parceria com à população paraense no combate ao crime. Informações relevantes podem ser repassadas, de forma anônima, para o Disque Denúncia 181. Não é preciso se identificar e o sigilo é garantido.


Por Agência Pará

535 visualizações0 comentário